Aprendendo a pescar com Jesus




Aprendendo a pescar com Jesus

A PESCA MARAVILHOSA

(Lucas 5:1)  E ACONTECEU que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré; 2 E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. 3  E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. 4  E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. 5 E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. 6 E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede. 7 E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique. 8     E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador. 9  Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito. 10  E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens. 11     E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram.

1- Aula teórica – Lc.5.1-3 – Jesus ministra à multidão. O local é a praia. Em destaque: o conhecimento. Muitas pessoas querem ouvir a palavra de Deus, mas sem compromisso. Talvez quisessem apenas algum benefício pessoal, o que não é errado, embora seja insuficiente.

2- Aula prática – Lc.5.4-9 – Jesus ensina aos discípulos. O local é em alto-mar. Em destaque: o poder. Nossa experiência com Cristo não se resume a palavras. A multidão foi embora. Poucas pessoas têm uma experiência mais íntima com Jesus. A praia, terra firme, é onde se aprende a teoria, mas o pescador não pode ficar para sempre na praia. Os desafios das águas profundas, com suas tribulações e dificuldades, trazem grandes experiências e resultados. Os maiores peixes estão em alto-mar. (Obs.: o “mar de Genesaré”, também chamado “mar da Galiléia” é, de fato, um lago muito extenso: 21 km. de comprimento por 12 de largura).

Ação divina – aquela pesca extraordinária só foi possível pela operação do poder de Deus.
Ação humana – os pescadores precisaram fazer sua parte: ir para o mar alto, lançar as redes e puxá-las de volta. Através da obediência, eles demonstraram fé na palavra de Jesus.
Ajuda mútua – Jesus providenciou uma quantidade de peixes que superava a força individual. Os discípulos estavam sendo ensinados a trabalharem em equipe. O egoísta quer todos os peixes para si. Por isso, não pede ajuda e acaba perdendo tudo.

João 21: 4 – E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus. 5 Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não. 6 E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes. 7     Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o SENHOR. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar.

  • O que mudou na pescaria? A rede é a mesma, o mar é o mesmo, os pescadores são o mesmo, mais os peixes são abundantes, era necessário ouvir a palavra de Deus e mudar a direção de suas ações.
  • Quando aceitamos a deus não trocamos de casa de filho de companheiro(a), mais agora estamos ouvido a palavra de Deus e por isso tudo passa ser diferente e para melhor.
  • Mudar a direção da rede é também mudar de tática. Quantas pessoas no final de ano pedem, mais paz e mais amor. Mais quem dará paz e amor neste mundo não somos nós, de que adianta pedimos paz para o mundo se nossas atitudes são de guerra, só mudaremos este mundo se começarmos por nós mesmos, nós e que devemos ser o foco principal de toda mudança, é ai que está a maior força da palavra de Deus, é em mudar o homem a maneira de agir, o resto passa a ser conseqüência.
  • Antes se pescava mais não havia peixes, com o senhor sempre a peixe, o peixe significa a felicidade, quem olha para nós não vê um cesto cheio, porém para quem vive na palavra de Deus já está cheio, o peixe não está na cesta pois ele já nos fartou, a cada dia uma nova pescaria com o senhor.

Baseado na pregação de Anísio Renato

Fonte: http://www.geocities.com/anisiorenato/pescaria2.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas